Porque eu não pago por cursos online

Conteúdos

Não pago, nem nunca paguei por cursos online, talvez esteja perdendo algo, mas explico aqui o porquê julgo que não valem. Lembrando que escrevo orientado pela minha vivência no meio da tecnologia, e que não sei como essas informações se aplicam a outras áreas.

Onde achar informação

Meu primeiro ponto é de que alguém que trabalha com tecnologia deve, primeiramente, ser especialista em encontrar informação, desde artigos em sites como o gen.lib.rus.ec, saber ler documentações oficiais, mas principalmente usar corretamente ferramentas de pesquisa.

“How to make an iOS app course” No Google

Então, entra o ponto sobre encontrar cursos. Uma breve pesquisa de exemplo mostra exclusivamente cursos pagos ou ferramentas pagas para o que se busca, afinal, o incentivo financeiro justifica os gastos com mídia paga e um investimento maior em SEO. Com uma busca rápida um pouco mais aprofundada, se acha facilmente, o exemplo este curso, sobre o mesmo assunto, feito por uma universidade de ótima reputação. Que possivelmente é muito superior a cursos pagos feitos por individuais!

Disciplina e valor

Um ponto que modifica muito o jeito com que as pessoas lidam com os cursos pagos, é que há uma tendência muito maior a valorizar o conteúdo quando se paga. Este artigo do MIT cita que no caso analisado, 59% dos pagantes completaram o material, contra 5% dos que fizeram o curso grátis. Claro que o valor estatístico não é tao trivial assim, mas há, com certeza, um incentivo psicológico maior quando se é pago, que pode (e deve) ser combatido com uma maior auto-disciplina.

Há também o argumento de que “não há almoço grátis”. Sem querer distorcer as palavras de Stallman, em que o Software Livre é livre como em liberdade, não como em gratuito, a quantidade de material em fóruns, repositórios e wikis, junto com a prestatividade de pessoas anonimas que ajudam por ajudar, discorda piamente da premissa.

Certificações?

Outro ponto a favor de cursos pagos é a certificação. Há sim certificações famosas e reconhecidas, me lembro especialmente nas áreas de TI, com as certificações Microsoft e Linux. Meu questionamento é o valor de uma certificação no Udemy em Criação de logos no Illustrator, que possui outras centenas de cursos iguais. Eu, como um possível contratante daria pouco valor, tendo muito mais interesse em experiências passadas e um portefólio.

Dinheiro é f…

Outra parte a se considerar é que o objetivo de um curso pago é o lucro do criador, e em segundo lugar o aprendizado do estudante, causando com que pessoas interessadas num curso caiam por palavras que estão na moda ao invés de seguir em uma progressão orgânica de estudo conforme as dúvidas surjam, como, por exemplo, vender cursos de Vue.js para pessoas que nem sequer programam.


“Será que aquele tutorial que eu mandei pro meu primo sobre como fazer backup do iPhone no PC da pra vender por uns 20 pila?”

 

Válido também lembrar que é de interesse das APIs, frameworks e ferramentas que você aprenda a usá-las. Lembro de quando comecei a estudar desenvolvimento Android, por volta de 2012, que fiquei encantado com a qualidade e simplicidade da documentação, fazendo com que todo o processo de aprendizagem se tornasse agradável e eficiente, então é sempre bom verificar as fontes oficiais de informação, que é de onde boa parte dos cursos se deriva.

unsplash-logo Artem Bali

Deixe um comentário

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese