Mais uma observaçao sobre álcool e a finasterida

Tenho visto mais expressivamente os efeitos colaterais da finasterida (não só os relatados abaixo sobre álcool).

Seguindo o tema do post anterior: Bebi alguns copos de vinho nesse sábado e noto uma redução significativa nos efeitos do álcool, e também me senti enjoado com facilidade, mas talvez por outros motivos, principalmente o recente descuido com alimentação devido à rotina corrida, o que me faz lembrar que devo começar a prestar atenção nos efeitos do stress, principalmente a respeito do cortisol.

Considerando o impacto em diversos aspectos do dia a dia começo a questionar a validade de continuar o uso de finasterida, mas ainda tenho duas caixas, imagino que reavaliarei esta questão ao final delas.

Um estudo sobre a relação álcool-finasterida pode ser encontrado aqui.

Começo aqui também a levar esse blog mais a sério como um estudo de caso de inbound marketing, a título de experiência.

Deixe um comentário

pt_BRPortuguese